Demissão – O que fazer?

Certamente a demissão é um fator que preocupa muitas pessoas. Com o alto índice de demissões e desemprego, bem como o enfraquecimento da economia, empresas tiveram que reduzir gastos. O corte de gastos essencialmente passa pela diminuição do contingente, ou seja, mais demissões. De acordo com pesquisas, no Brasil, profissionais podem ficar desempregados, em média, 10 meses.

Sendo assim, criamos uma lista para como proceder nessa situação:

  1. Fique atento aos seus direitos: metade do aviso prévio, se indenizado; metade da multa rescisória sobre o saldo do FGTS prevista no § 1º do art. 18 da Lei 8.036/1990; as demais verbas trabalhistas: saldo de salário, férias + 1/3, 13º salário na integralidade; saque de até 80% do saldo do FGTS;

  2. Economize o seu dinheiro: procure cortar gastos supérfluos. Portanto, poupe seu dinheiro para o período em que você estará em busca de um novo trabalho;

  3. Atente-se para o seu currículo: atualize-o colocando informações das quais serão essenciais para o tipo de emprego que você procura;

  4. Procure contactar pessoas com as quais você teve uma boa experiência de trabalho. Sendo assim, elas poderão te ajudar à encontrar um novo emprego ou dar boas referências sobre você.

  5. Se prepare para a entrevista de trabalho. Escolha bem qual o tipo de roupa que você vai usar. Prepare também o que você acha importante destacar de sua experiência profissional, entre outros.

Entenda a demissão por justa causa

Entenda como ocorre a demissão por justa causa.

Muitas pessoas se perguntam quais os procedimentos trabalhistas quando isto ocorre. Entretanto, quais são os principais motivos que levam a demissão por justa causa?

  1. Ato de Improbidade: furto, desonestidade, qualquer ato que caracterize má fé;
  2. Ofensa ao pudor: por exemplo, assédios para com os colegas de trabalho;
  3. Comercializar produtos pessoais dentro da empresa;
  4. Quando o empregado recebe uma condenação que não pode mais recorrer;
  5. Embriaguez em serviço;
  6. Abandono do emprego: ou seja, o funcionário não comparece à empresa por 30 dias;
  7. Faltas injustificadas: caracteriza-se pelo desinteresse no trabalho;
  8. Informação sigilosa da empresa que prejudique o empregador;
  9. Indisciplina ou insubordinação: não obedecer ordens dadas por um superior;
  10. Agressão física ou moral: dentro da empresa ou com funcionários dentro ou fora da empresa.

Quais são os direitos na demissão por justa causa?

  1. Saldo de salários;
  2. Férias vencidas, com acréscimo de 1/3 constitucional;
  3. Depósito do FGTS do mês da rescisão;
  4. Salário-família (quando for o caso).


⚠ IMPORTANTE: Prestamos serviço GRATUITO. NUNCA faça depósitos para conseguir seu empréstimo. Dúvidas? Acesse nossa Central de Ajuda. X