Como Anunciar No YouTube: Formatos, Segmentações E Métricas

Venha já ser um correspondente bancário CredShopping!

Jean Cordeiro Corrêa – Fundador e CEO
CredShopping, em Guanhães / MG

09/12/2019     15h24

Resumo da notícia

  • Campanha na rede de pesquisa e na rede de display?
  • Quais são as formas de anúncio disponíveis?
  • Qual estilo escolher?
  • Como analisar lances e ofertas?
  • Como realizar a segmentação?
  • Como criar ótimos anúncios para o YouTube?

Entre os brasileiros que consomem vídeos na internet, 95% usam o Youtube. A plataforma é referência entre as mais utilizadas do planeta e, portanto, pode trazer excelentes oportunidades de marketing. Além de desenvolver estratégias com anúncios em vídeos, é possível trabalhar com ads na hora de anunciar no YouTube.

Confira abaixo todos o detalhes e estratégias para criar uma campanha de sucesso no YouTube.

Campanha na rede de pesquisa e na rede de display?

Assim como acontece com os links patrocinados das pesquisas do Google, o Youtube Ads se divide em duas alternativas principais: a rede de pesquisa e a de display. Para o primeiro caso, os anúncios são mostrados em relação às pesquisas feitas pelos usuários. É o que acontece quando alguém pesquisa um tema de vídeo e, nas primeiras posições, encontra uma indicação patrocinada.

A rede de display, por outro lado, é a mais usada. Ela é apresentada antes dos vídeos, nas recomendações ou em banners na página de visualização. Assim, é possível aproveitar a experiência pela qual o usuário já está passando dentro da plataforma para realizar sua divulgação.

Quais são as formas de anúncio disponíveis?

Além de conhecer as redes de display e de pesquisa, para saber como anunciar no YouTube é fundamental entender quais são os tipos de anúncios disponíveis dentro dos dois formatos. Entre as alternativas, estão:

Gráficos

Nos anúncios gráficos, o banner fica em destaque no lado direito da página ou abaixo do player. Este tipo de anúncios é voltado, principalmente, para computador.

De sobreposição

O anúncio de sobreposição aparece em uma caixa semitransparente que fica sobre o vídeo. Ele é localizado na barra inferior, é clicável e pode ser fechado. Também é voltado para computador.

Em vídeo

Os anúncios em vídeo surgem antes, depois ou ao longo da produção principal. Eles podem ser puláveis ou não. No segundo caso, o espectador tem que assistir tudo para poder ver a peça desejada. É voltado para computadores e dispositivos móveis.

Bumper

Uma ramificação dos anúncios em vídeo, o bumper apresenta um vídeo curto, não pulável e que surge na introdução da mídia principal. É usado em computadores e dispositivos móveis e deve ter até 5 segundos.

Cartões patrocinados

Os cartões patrocinados trazem anúncios em forma de cards em cima do próprio vídeo. Além de serem clicáveis o que pode ser interessante para vídeos que mostram produtos, por exemplo, há uma pequena divulgação no topo do vídeo para que o usuário possa navegar entre os cards que aparecem ao longo do vídeo.

Como Anunciar No YouTube: Formatos, Segmentações E Métricas

Qual estilo escolher?

Não existe um anúncio que é mais adequado que o outro em todos os casos. Cada estratégia exige uma abordagem, já que cada público-alvo vai reagir melhor a determinado tipo de ação. Vale ressaltar que os anúncios em vídeo exigem orçamento mais alto, já que envolvem roteirização, produção, edição e produção de áudio; e tudo isso deve ter muita qualidade para prender a atenção do usuário.

Os anúncios em rede de pesquisa valem mais se você for criador de vídeos e falar sobre um assunto que seja bastante procurado, como músicas, games ou tutoriais. Para vídeos com divulgação de produtos físicos, vale apostar nos bumpers. Se o seu anúncio vai exigir uma ação posterior do usuário, como um cadastro ou o download de algum conteúdo, é melhor reservar mais verba para desktop e deixar o mobile em segundo plano.

Em todo caso, a melhor saída é procurar um profissional com experiência na área que vai saber indicar qual é a melhor estratégia para o seu negócio. Também é preciso tomar cuidado para não criar experiências de interrupção e que possam gerar uma visão negativa do empreendimento, como os anúncios não puláveis muito extensos.

Como analisar lances e ofertas?

Depois de definir como anunciar no Youtube, é o momento de realizar lances e ofertas. Em geral, a cobrança do Youtube Ads é feita pelo Custo Por Clique (CPC) ou por Visualização (CPV). Como muitos negócios adotam a estratégia, é natural que os melhores lances alcancem melhores desempenho de cliques e visualizações.

Mas atenção, o melhor lance nem sempre é o mais alto. É interessante estabelecer um valor que se destaque da concorrência, mas que não seja muito elevado. Para não pagar muito caro, segmente bem o seu público e escolha um valor de lance que não fuja da realidade indicada pelo próprio YouTube.

Como realizar a segmentação?

Uma das tarefas que levam ao sucesso do anúncio é a segmentação. Ao definir qual parte do público assistirá ao seu anúncio, é mais fácil estabelecer uma comunicação com as pessoas certas.

Por se tratar da maior plataforma de vídeos do mundo, o serviço traz opções para todos os gostos e idades. A fim de limitar a exposição do anúncio para as pessoas de interesse, há três caminhos que podem ser adotados:

Interesses do usuário

Considerada a forma de segmentação mais comum, permite que você defina quais são os principais interesses de quem será atingido. O próprio algoritmo do Youtube seleciona canais relacionados às suas definições.

Imagine que a campanha pretende atingir o público jovem, feminino e que consome conteúdo de beleza e viagens. Ao estabelecer essas características, o anúncio será mostrado em canais/vídeos ligados a esses temas.

Como criar ótimos anúncios para o YouTube?

Independentemente do formato escolhido seja um vídeo ou um banner é fundamental planejar com cuidado o anúncio. Ele deve ser atraente e capaz de se destacar, mesmo diante do vídeo que o usuário deseja assistir. Então, comece a pensar no conceito. Se for um vídeo no começo da peça principal, concentre a mensagem nos primeiros segundos. Ainda mais quando se trata de uma opção pulável, a marca tem apenas 5 segundos para despertar o interesse nas pessoas.

Opte, também, por um elemento de alta qualidade, tanto visual quanto de áudio. Os usuários desejam uma boa experiência principalmente na hora de assistir a anúncios. Ao mesmo tempo, faça com que tudo transmita a identidade da marca. Utilizar técnicas de storytelling é uma boa pedida para despertar e prender a atenção de quem está do outro lado da tela. Não invista apenas em vender, mas conte uma história relacionada ao seu público-alvo.

No caso dos banners ou dos anúncios que surgem em letreiros, a comunicação visual tem ainda mais poder. Utilize as cores adequadas, opte por imagens em alta qualidade e acerte nas palavras empregadas. O melhor é ter elementos que chamam a atenção e instigam as pessoas a focar o olhar na sua peça. Como resultado, as chances de receber um clique se multiplicam.

Autor:

Jean Cordeiro Corrêa

Jean Cordeiro Corrêa

Fundador / CEO – CredShopping Intermediações Financeiras Online

6 anos de experiência bancária e 15 de experiência em marketing e tecnologia

Compartilhe:

⚠ IMPORTANTE: Prestamos serviço GRATUITO. NUNCA faça depósitos para conseguir seu empréstimo. Dúvidas? Acesse nossa Central de Ajuda. X