50 anos da chegada do homem á lua

50 anos da chegada do homem à lua.

Hoje se comemora um grande feito pela humanidade 50 anos da chegada do homem á lua. No dia 20 de julho de 1969, o homem conseguiu o grande feito de ir até a lua. Desde a época dos homens pré-históricos, os objetos celestes suscitam grande fascínio, admiração e dúvida. A lua, em especial, já serviu de base para temas mitopoéticos, astrológicos e de vários outros matizes simbólicos. Com o desenvolvimento da ciência moderna a partir do século XVI e a criação do telescópio por Galileu Galilei no século XVII, os mistérios nos quais a lua e os demais corpos celestes estavam até então envolvidos começaram a ser decifrados.

Nos séculos que se seguiram, o progresso tecnológico passou a acompanhar o desenvolvimento científico, fosse para empreendimentos bélicos, como as duas guerras mundias, fosse para outros fins. O fato é que, a partir da segunda metade do século XX, dada a combinação entre ciência e tecnologia, explorar o espaço sideral tornou-se projeto de Estado, o que atingiu o passo mais importante desse projeto até os nossos dias a ida do homem à Lua.

 

50 anos da chegada do homem á lua

Em 1969, em 16 de julho, a Apollo 11 foi lançada às 9h32m na base de lançamento 39 no Cabo Kennedy, com três astronautas rumo a lua são eles: Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins . Essa nave espacial levava consigo o módulo lunar Eagle. Às 17h17m, horário de Brasília, do dia 20 de julho de 1969, a base da Nasa recebeu o primeiro contato dos dois astronautas que primeiramente pisaram na lua, Neil Armstrong e Buzz Aldrin.

Armstrong foi o primeiro a deixar a nave, tornando-se o primeiro homem a pisar em solo lunar e eternizar seu nome na história. A partir de suas comunicações de rádio com o controle da missão na Terra é que nasceu a frase “Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”.

Aldrin, o segundo homem a pisar na lua, também teve seu feito histórico registrado, é dele a primeira selfie tirada no espaço. Collins não chegou a pisar na lua em si, mantendo-se dentro do módulo de comando e monitorando a caminhada de seus dois companheiros.

Por que os americanos decidiram enviar o homem à Lua?

A decisão tomada pelo presidente americano John F. Kennedy de enviar expedições tripuladas à lua foi anunciada em 25 de maio de 1961, logo após o voo de Alan Bartlett Shepard Jr. O discurso do presidente foi realizado ao Congresso americano, a decisão de enviar o homem para a lua, no entanto, não foi tomada pensando essencialmente na sua importância científica e tampouco em retornos financeiros. Sendo assim, qual foi o fator relevante para a tomada da decisão de enviar o homem à lua? A decisão de Kennedy foi baseada especificamente em questões políticas. A corrida para o espaço estava no seu auge, e a hegemonia espacial era extramente relevante para a popularidade dos presidentes americanos.

Um reflexo disso foi a reação da opinião pública americana, em 1957, que acusou fortemente o presidente Dwight Eisenhower de negligência por deixar os soviéticos ultrapassarem os Estados Unidos nos avanços tecnológicos. Sendo assim, a missão de levar o homem à lua teria enormes reflexos políticos positivos para Kennedy. Dentro do contexto de disputa entre americanos e soviéticos, era fundamental, na opinião pública dos dois países, que seus respectivos governos empenhassem-se em impor seu predomínio em relação ao adversário. O próprio discurso de Kennedy indica a intenção de mostrar os Estados Unidos como a nação hegemônica mundial.

Em seu discurso, Kennedy afirmou que:

“Agora é o momento para que esta nação dê passos certos e definitivos no sentido de levá-la ao papel de liderança na conquista espacial, o que, de muitas formas, implica nosso futuro na Terra. […] Eu creio que esta nação deve comprometer-se consigo mesma em atingir o objetivo de, antes do final desta década, levar um homem até a superfície da Lua e trazê-lo de volta são e salvo à Terra. Nenhum outro projeto nestes tempos é mais expressivo para a humanidade ou mais importante do que a exploração espacial continuada, e nenhum outro será mais difícil ou custoso de ser cumprido.”

Ou seja, levar o homem à Lua era uma demonstração do grande poder tanto econômico quanto tecnológico dos Estados Unidos, dentro do contexto da corrida espacial.

Gostou dessa matéria? Compartilhe com seus amigos e não se esqueça de acessar nosso site www.credshopping.com.br, temos vantagens de empréstimos e financiamentos exclusivas para você.

Compartilhe:

⚠ IMPORTANTE: Prestamos serviço GRATUITO. NUNCA faça depósitos para conseguir seu empréstimo. Dúvidas? Acesse nossa Central de Ajuda. X